quinta-feira, 18 de agosto de 2011

incompreensível

líria porto

fiamos olhares
tecemos afetos com duas agulhas
depois nos espetamos

*

3 comentários:

MIRZE disse...

Nunca tinha pensado assim!

Amei!

Beijos

Mirze

Anônimo disse...

Da linha do arrepio à da tortura, rs.

Excelente, Líria. Beijinho.

Ricardo Campos disse...

Depois de alguns anos...Nos espetamos...Verdadeiro.

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog