terça-feira, 9 de agosto de 2011

pá de cal

líria porto

quem nasceu está fadado
(e não há como evitá-la)
ela chega e nos carrega
(apesar dos apesares)

*

2 comentários:

Assis Freitas disse...

eu quero usar esta embalagem até exaurir a última gota,

beijo

MIRZE disse...

É, Líria!

Vivamos, pois.

Beijos

Mirze

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog