quinta-feira, 26 de março de 2020

justiceiro

líria porto

o corona vírus
mata mais homens que mulheres
(quase três quartos)

talvez ele pretenda
purificar a espécie – entregar-nos
o comando

deixará alguns jovens reprodutores
muitas mulheres férteis
e as crianças

*

sexta-feira, 20 de março de 2020

cela

líria porto

ninguém entra ninguém sai
e quem fica sente medo
pra vencer esta guerrilha
contra o vírus
o mau governo
cada qual se organize
realize o que precisa
e ajude seu vizinho
sem invadir-lhe
as paredes

*

desmandos

líria porto

crimes de responsabilidade
afronta aos poderes
defesa da ditadura e dos torturadores
envolvimento com a milícia
queima de arquivos
ataques aos indígenas
preconceito racial
misoginia
homofobia
entreguismo
ignorância
difusão de fake news
má administração do recurso público
desmonte da educação da cultura
do estado de direito
desrespeito à população pobre
à democracia
:
que mais???

*

fantasia

líria porto

se eu esperasse um príncipe
seria o desencantado

*

haicai

líria porto

água cristalina
a descer por entre as pedras
o rio em seu leito

*

confinamento

líria porto

um vírus vira do avesso
razões de azar e de sorte
as crianças têm mais chance
velhos somos noves fora

(passei ferrolho na porta)

*

passagem

líria porto

os barcos de caronte
sem canoeiro e sem
viv'alma
:
chegaremos
à terceira 
margem?

*

chiqueiro

líria porto

em circo
e circunstâncias
à porta do palhaço
o vírus circulava
passava dos limites
rasgava a carta magna

*

encontro

líria porto

eu não ignoro a morte
também não lhe dou muita bola
olho-a sem muito interesse
ela igualmente me olha

(alguma espécie de flerte
um dia marcamos
a hora)

*

invisibilidade

líria porto

dor tão doída
gemido concreto
na pança da pedra
:
cólica dos muros
lamento na panela
dos famintos

(

todo cuidado é pouco

líria porto

se o vírus vier
minha porta estará fechada
mas porém tem uma fresta
(uma fera?)
por onde penetram
as pragas

*

abatimento

líria porto

igual
peru de véspera
:
síndrome vasovagal
labirintite
ansiedade
queda de pressão
acabrunhamento
ou a garrafa de cachaça
que de ontem para hoje
perdeu conteúdo?

*

segunda-feira, 16 de março de 2020

isolamento

líria porto

nosso novo hábito
que nem freiras na clausura
sem visitas íntimas

*

castigo

líria porto

uma dor danada
na ponta do dedo médio
o malcriado mantém-se ereto
no punho fechado
:
tem um grão do inferno
dentro da falange

*

domingo, 15 de março de 2020

quarentena

líria porto

de costas para o sol
de cara com a minha sombra
entendo a solidão

*

haicai

líria porto

logo de manhã
roupa branca no varal
cheiro de lavanda

*

sábado, 14 de março de 2020

capetalismo

líria porto

um diabo irresponsável
a comandar os desmandos
:
o demônio é tão perverso
que só quer alimentar sua tara por dinheiro
sua gana por vantagem
e lucro

*

quinta-feira, 12 de março de 2020

es_fera

líria porto

a terra em volta do sol
a lua em torno da terra
só de pensar entro em órbita
fico zonza fico tonta
pois sei – a terra é redonda
no formato de uma bola
não de um disco
de vinil

*

segunda-feira, 9 de março de 2020

cloaca

líria porto

as galinhas botadeiras
têm o cu arregaçado
e ainda existe o galo
tão inoportuno

(ô derrota)

*

d'angola

líria porto

as galinhas do pau oco
vestem roupas pintadinhas

*

estação

líria porto

na mocidade
inquietudes brabas
aquele riscado prévio

agora
o que vier é lucro
e o que não vier
paciência
:
(tivemos o bastante)

*

mulher

líria porto

um dia por ano
não é homenagem
é ofensa

*

haicai

líria porto

a goela do galo
trombeta da escuridão
surta à madrugada

*

sábado, 7 de março de 2020

viagem

líria porto

aprendi a ler sozinha
(mulheres não deveríamos)
e tudo que descobri
era maior que minhas pernas
meu coração e meus olhos
:
sentada
livro no colo
num pulo só
do polo sul
ao polo norte

(ao infinito)

*

sexta-feira, 6 de março de 2020

bem feito

líria porto

andava atrás de ti
seguia-te por todo canto
porém quando desistiu
ficaste incomodado
:
então pediste imploraste
passaste a admirá-la
não te deu
colher de chá

*

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog