domingo, 21 de novembro de 2010

poeminha

líria porto

desenho de ray respall - cuba

um barquinho na enxurrada
e a poesia
                  nada

*

5 comentários:

Henrique Pimenta disse...

xuá
chuá

Nina Rizzi disse...

ó, que lindo, mamadí...
ah, o mito também é bom, responde a minha velha pergunta que é até uma série do ellenismos: como se faz um mito.

beijos. amo-lha.

Assis Freitas disse...

naufraguei,


beijo

Mirze Souza disse...

Só você, Líria!

O barquinho e uma poesia "nadando""

Muito BOM!

Beijos

Mirze

ragi moana disse...

eu daria um nobel de poesia para um livro que tivesse ao menos este poema seu.

excelente.

bjos

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog