sexta-feira, 26 de novembro de 2010

estilhaços

líria porto

para controlar o descontrole
cercou-se de espelhos
                    de retrovisores

viu fantasmas com mil olhos

*

2 comentários:

Mai disse...

É, Líria,

aqui está duro!
Mas a poesia, e a tua poesia
sempre salva.

bjos

Júlio Castellain disse...

...
Sempre belas letrinhas.
Meu abraço. Parabéns.
...

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog