domingo, 29 de novembro de 2020

cabo de guarda-chuva

líria porto


no quintal da minha casa
quando eu tinha oito anos
havia laranjas cravo
pêssegos brancos e amarelos
mangas bourbon pera d'água
uvas e jabuticabas

décadas se passaram
moro em apartamento
não sei se perdi o paladar
ou se as frutas do mercado
todas com o mesmo desgosto
têm sabor de isopor

*

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog