sábado, 5 de fevereiro de 2011

parto

líria porto

vou desestar – não deserto
esbarro uns dias por lá
arranco espinhos dum cacto
depois revolto ri_acho-me
com francisquinho
nos braços
:
fui aparar o meu neto

*

5 comentários:

Fred Caju disse...

Parte de mim achou sensacional, a outra parte também. Então parte de mim aquele abraço!

ragi moana disse...

tu parte e antes disso a saudade que nasce já me causam terríveis contrações...rsrsrrs

ragi moana disse...

rsrsrs.. é tanta saudade que uma vira muitas e eu até erro o verbo..rs

CARLA STOPA disse...

Lindo...

Unknown disse...

Francisco!

Que nome lindo. Que delícia, Líria!

Que Deus o abençõe!

Beijos

Mirze

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog