quarta-feira, 20 de agosto de 2008

en_fim

líria porto

do mundo nada se leva
bem nos diziam os antigos
então brinquemos de roda
dancemos cantemos alto
ou fiquemos em silêncio
tais como velhos amigos
daqueles que nos entendem
a cada lágrima ou suspiro

(eu sinto a morte me chama
pois me espere –– e sentada)

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog