sexta-feira, 29 de setembro de 2017

cascatas

líria porto

ouvir a canção das águas
seu murmúrio seu chiado
mirar as nuvens que caem
gota a gota num sussurro
conduzirmo-nos à outra margem
desse rio caudaloso
(escandaloso)
que é a vida
com seus berros
com seus urros
e silêncios

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog