domingo, 12 de outubro de 2008

(publicado no livro olho nu - ed. patuá) estupefata

líria porto

traíste-me partiste parti-me
puta que pariu fiquei tão triste
devia ter ficado indignada

*

2 comentários:

Mariana disse...

Deus me livre de parecer tiete...rs

Cosmunicando disse...

hahaha... que coisa né!

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog