segunda-feira, 19 de abril de 2010

sufoco

líria porto

não sei o que é pior
correr atrás de um verso
e numa rede de caçar borboletas
pegá-las uma por uma
cada letrinha
ou tê-lo ao calcanhar
como um cão faminto
a abocanhar-nos as palavras
as rimas

a respiração

*

2 comentários:

Matéria Escura disse...

gostei do titulo
foda
realmente
as vezes parece q somos pegos pelo poema
legal

Sylvia Araujo disse...

Às vezes fico com o cão. Quando a minha fome é grande, prefiro os famintos. Mas tem dias que ser caçadora de letras num descampado cheio de sol me enche a alma.

Adorei!

Beijoca, Líria

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog