quinta-feira, 8 de abril de 2010

lamentação

líria porto

corpos barrentos transbordam-se durante as enchentes
transformam em charcos olhos cansados
de sofrimento

*

3 comentários:

Mai disse...

É duro, Líria. Há falta de tanta coisa e sobra lixo.
bjo

Hercília Fernandes disse...

Líria,

levei o seu texto para compor uma seleta sobre o terrível acontecimento em o 8 de abril. É no Novidades & velharias...

Besos,
H.F.

Mirse Maria disse...

Acho que tenho olhos barrentos.

Maravilhoso, Líria!

Beijos

Mirse

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog