sexta-feira, 16 de setembro de 2016

véspera

líria porto

um dia feio
na verdade um dia péssimo
de pensamentos confusos
e pancadas na testa

um dia estranho
de pedras e metais
levei mil tiros nas costas
com pregos e parafusos

um dia extenso
durou bem mais
que um século

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog