quarta-feira, 14 de setembro de 2016

desmedida

líria porto

quem é aquela mundana
de saia curta decote
que sem pudor sem juízo
provoca todos os homens?

quem é aquela maluca
com pinta de mulher-dama
que mira todos os machos
com seu olhar de medusa?

quem é aquela safada
mãe de uma penca de filhos
que sustenta seus meninos
co'a venda do próprio corpo?

quem é aquela senhora
que chamam mulher da vida
e condenam à morte?

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog