sexta-feira, 16 de setembro de 2016

abro mão

líria porto

o finado teu marido
um finório conhecido
deitou-se na minha cama
rolou comigo achou bom
devolvi-o são e salvo
e ainda com saúde
:
a pensão é tua
já tive o meu quinhão

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog