domingo, 25 de setembro de 2016

a cura

líria porto

arrancar a crosta
lancetar a mágoa
deixar vir à tona
e drenar a dor
o ressentimento
:
quando necessário
afundar um pouco
e raspar o osso

(cicatriz não dói)

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog