segunda-feira, 18 de abril de 2016

do egoismo

líria porto

há quem possa ser alegre
não se importe co'a desgraça

não lhes tirem os privilégios
não bulam com sua casta

se estes podem ser de seda
os outros sejam de trapo

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog