sábado, 30 de abril de 2016

guerrilha

líria porto

pensam que nos derrubam
caímos e levantamos
curamo-nos das feridas

temos mais que sete fôlegos
muito mais que mil motivos
e nascemos livres

(somos múltiplos)

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog