domingo, 4 de dezembro de 2016

declínio

líria porto

mortes golpes retrocessos
perdas irreparáveis
o mundo gira ao contrário
com muita velocidade

até o final do século
o que seremos nosotros
nossos corpanzis sem cérebro?

(nós já fomos dinossauros)

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog