segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

enfim sólidos

líria porto

um amigo tudo pode
(até frequentar nossa cama)
as amizades resistem

essa história de romance
oscilante possessiva
corrói por dentro
e por fora
qualquer relação

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog