quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

irmãos

líria porto

vão-se mas ficam
deixam algum rastro do cheiro
do riso

ficam mas vãos
corações fechados
noutra sintonia

nenhum é igual – todos vindos
da mesma barriga

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog