sexta-feira, 19 de agosto de 2016

o galego

líria porto

terezinha por favoire
nosso amoire – o joaquim
sei que é teu mas bem podias
emprestar-mo sem reservas
seus bigodes aprumados
quando esfregam minhas pernas
fazem cócegas me animam
e eu me quedo tão feliz

(prometo-te
o gajo volta inteirinho
sem faltar nenhum pedaço)

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog