quarta-feira, 26 de novembro de 2014

intensidade

líria porto

a dor que te dói
o fogo que te queima
a solidão que te faz uma ilha
meio à multidão

(rodar sobre a sola dos pés
tomar o caminho de volta
retroceder)

tudo mata
até a alegria

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog