quinta-feira, 28 de agosto de 2014

reencontro

líria porto

o tempo a distância
e de repente o retorno
tua voz ao telefone
as notícias as mudanças
os filhos que se casaram
netos e netas crescidos
as recordações
e meia hora depois
o espaço de trinta anos
reduz-se a poucas
semanas

(retomamos a conversa
no ponto da despedida)

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog