terça-feira, 19 de agosto de 2014

geometrias

líria porto

I

ninguém consegue mudar
as certezas do quadrado
por mais que se vire de lado
permanece sempre o mesmo

II

vou ser artista de círculo
desenhar coisas redondas
teu olho íris pupila
com sapatilha de ponta

III

eu tu ela
um triângulo equilátero
pedaços iguais pra cada
porém sem ressentimento

IV

do trapézio ao picadeiro

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog