sexta-feira, 11 de outubro de 2013

insistência

líria porto

primeiro pegou no seu pé
então escalou suas pernas
subiu depois nos quadris
rodeou-a na cintura
espiou-lhe o decote
e até beijou-lhe a nuca

(como se fora uma pulga)

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog