segunda-feira, 15 de outubro de 2018

selo

líria porto

no auge da exuberância
a orquídea abre as pernas

ao final da trajetória
tão pudica tão discreta

a orquídea fecha as pétalas
e se recolhe

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog