segunda-feira, 15 de outubro de 2018

ignorância

líria porto

não tenho ideia de mola
de bola de cola
de sola
de quem esfola meu couro
e sequer imagino
quem controla o sino
no entanto assino
um cheque em branco
ao gestor do destino
e para ser franco
acho-me o máximo

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog