domingo, 10 de julho de 2016

destruição

líria porto

maria matou o marido
não foi com tiro ou com faca
matou-o com as palavras
e ele ficou tão sumido
perdido dentro do nada
que ela sentiu sua falta
e foi buscá-lo no bar

(um pudim de cachaça)

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog