terça-feira, 15 de dezembro de 2015

a grosso modo

líria porto

depois do fogo do gelo
o mundo virou um brejo
e surgimos bactérias
fomos insetos e vermes
assim passamos milênios

já tivemos couro escamas
e pelos penas ou plumas
criamos patas e cauda
e faz pouquíssimo tempo
largamos mão de ser
micos

(tem homem de rabo preso
tem verme substituto)

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog