quinta-feira, 18 de abril de 2013

09 de outubro

líria porto

antes inalcançável –– agora ali
nu sobre a pedra nem parecia
deus

pousei meu rosto em sua barba
colei meu corpo no seu
o sonho se desfez

o vento espalhou o pó de nós dois
e éramos um só

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog