quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

sexo forte

líria porto

o menino que eu gerava
nos recantos do meu útero
recusou-se a vir ao mundo
enforcou-se com o umbigo
e outros dois
do mesmo jeito
sangraram antes do tempo
:
as meninas foram quatro
elas sim –– vieram à luta

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog