quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

canetada

líria porto

a justiça do momento
ela é surda e fala fino
só escuta as testemunhas
de acusação
:
pra quê provas meu amigo
se a sentença já era tida
como certa e líquida?

(ninguém ouve a voz dos pobres)

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog