domingo, 6 de maio de 2018

inexorável

líria porto

a velhice tem cheiro de mofo
aparência do que é descartável
todos querem a presença do novo
ao velho lhe resta
a eternidade

(o destino da musa
é o museu)

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog