quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

penúltimo capítulo

líria porto

eu tinha um amor morava longe
a quilômetros e quilômetros de mim
(mais de seiscentos)
todo dia de manhã telefonava – vou à padaria
queres que eu te leve alguma coisa?

eu sempre respondia
quero amor eu quero sim
traz-me queijo
e pão com gergelim

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog