sábado, 17 de outubro de 2015

a invenção da noite

líria porto

quem raspou o azul as nuvens
guardou o sol na gaveta

deu duas demãos no escuro
pendurou lua e estrelas

replantou postes nas ruas
acendeu todas as luzes

distraiu nosso cansaço
fez dormir nossa tristeza

*

Um comentário:

✿ chica disse...

LINDO!!!Adorei! bjs, chica

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog