sexta-feira, 1 de setembro de 2017

minguante

líria porto

apagou-se a luz do ipê
e quando ele dormiu
eu vi ali –– a seus pés
um belo tapete
amarelo

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog