domingo, 9 de julho de 2017

cotinha

líria porto

não é que lá no asilo
arranjou um namorado
barba branca dedos trêmulos
que longe das cuidadoras
bolinava suas partes
brincava co'as suas tetas

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog