quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

desvir

líria porto

o que há de passado
numa casa em ruína
o que viram as paredes
que palavras ouviram
quanta gente abrigou
quanto riso
tristeza
:
o que há de silêncio?

*

Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog