sábado, 13 de julho de 2013

experiências

líria porto

para entender o veneno da serpente
rastejo

ponho-me depois de quatro
testo o chão sinto-o firme
submeto-me ao pasto

eu
por fim
fico
de pé
tenho
menos
equilíbrio
mas
assim
a vida
é

*


Nenhum comentário:

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog