segunda-feira, 4 de maio de 2009

ao léu

líria porto

ah minino se ocê visse
a lua qui vi -–– a izibida arrancô o véu
deu um surriso brejero o sol acordô
e ispaiô a purpurina

o galo cantô 
passarim feiz fiu fiu
um cachorro latiu 
meu coração sartô
:
deu sede de te chamá 
fome de te abraçá
de fazê amô 
cum ocê

*

Um comentário:

Lou Vilela disse...

Que lindo! Ouvi o som da lir(i)a!

dedicatória

nus descampados (im)puros
fiamos o plenilúnio

(líria porto)



*















quem tem pena de passarinho
é passarinho

(líria porto)

Arquivo do blog